Amor de ônibus

De longe te vejo parado me esperando. Quer dizer, esperando o ônibus. O ônibus se aproxima e você faz um sinal com a mão para o motorista. O ônibus pára, as portas se abrem e antes de você subir ainda estou a te olhar. Neste momento eu acho que já te amo. Nunca te vi, mas sempre te amei. Que coisa mais estranha, né? Mas, juro que não sou louco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário